mon petit aquarium
"There was a point to this story, but it has temporarily escaped the chronicler's mind." Douglas Adams
04
Jun 06

AGAIN... e finally...

ok, atao hj (peço imensa dscp) tive q fazer uma pequena pausa na apreciação do Stadium Arcadium... m claro, por uma razao válida... para ir ouvir algms ds cançoes ao vivo!

devo dizer q (cm os q m conhecem ja sabem) q sou uma pessoa mt calma... n m stresso facilmnt e em dias d exames o m estomago é o ultimo sitio onde podem encontrar borboletas... m devo dizer q ontem acordei com uma energia q n m é habitual... ate acordei ants das 14, por vontade propria... o q ainda é + estranho...

às 17.30 fui ter c umas amigas e lá fomos p a "cidd do rock" (q nome tao pouco apropriado à maioria ds dias!) e bla bla bla! saltems p a parte q interessa!

antes d continuar tenh q explicar a razao d evento q marcou o m inicio do concerto desses GRANDES senhores q sao os Red Hot.
Eu fui obrigada a assitir ao concerto dos Da Weasel a uma distancia bastante desconfortavel do palco e das colunas, para qm n goste e para qm goste de ouvir sons em geral... e no fim ate foi giro ver o concerto... mas teria sido melhor não ouvir. ou ouvir c tampoes nos ouvidos, pq assim sempre s conseguia distinguir as melodias bor baixo da camada ensurdecedora de notas graves (baixo e bombo - bateria mt mt alta, e sim, era d proposito).
tendo dito isto, as rapariguitas tavam mt cansadas d excitação q foi p elas os Da Weasel... eu ainda nem m tinha começado a divertir... atao eu e outra rapariga q tinha conhecido ha cerca d, hum, 3 horas resolvemos furar a multidao q s tinha acumulado à nossa frente e deixar as outras sentadas la longe... isto qd começams a ouvir o guitarrads acompanhads d bateria e baixo. OH VALHA NS DEUS! foi a loucura. começáms a correr, derrubáms umas qts pessoas (n m sinto orgulhosa do feito, m enfim, adiante) m la furams a multidao. uns qts empurroes, cotovelads, caras conhecidas e queixas mais tarde estávams à frente da coluna ao lado do palco. maravilha! e entao ouve-se a voz do sr. Kiedis: "Can't stop addicted to the shin dig..."
a rapariga q estava cmg, mais do q fa da banda, é fa do vocalista... portant mal o viu, recomeçou a furar. e ela é uma mestra-furadora, tenh q vos dizer, pq n fim, nós ficáms mm à frente do guitarrista, John Frusciante, e cm 3 pessoas entre nos e o gradeament. m s virms bem a coisa, era + tipo 2,5, pq à nossa frente estavam umas miudas d nao-mais-de 14anos e bem encolhiditas (n m parece q tenham visto grande coisa, m isso é la c elas).
e pronto, assim, em grande euforia, gritaria, cantoria e com grande rapidez s passaram 80min... ouviu s Can't Stop, Dani California, Scar Tissue, Charlie (:P), Otherside (:D), Tell Me Baby (letra reinventada à medd q s vai cantand, cm d costume [“assim, nunca me engano”]), How Deep Is Your Love, Throw Away Your Television, Snow (Hey Oh), Me And My Friends (dedicado às doninhas...), Stadium Arcadium, Right On Time (algm percebeu algm coisa d q ele disse??), Don't Forget Me (melhor versão ao vivo d sempre), 21st Century, Californication e By The Way (mais uma reinvenção da letra, m qm s importa qd s está no meio d um mosh?!).
e leram bem. ali no meio apareceu o How Deep Is Your Love, q não é uma canção nova dos Red Hot, m uma velha dos Bee Gees. e por mt q eu adore o Anthony Kiedis e a sua fantástica voz (cd vez + versátil devo dizer), o refrao n dava p a voz dele. e portant isto foi o pequeno (grande) momento q o guitarrista tem em cd concerto (mostrando assim, q tb consegue cantar). e o rapaz ate nem s sai mal nos falsetos... m tb n era preciso ter feito 9(? - axo q m perdi na contagem) (6 dos quais no espaço d menos d 1 ano) álbuns a solo...
apos um intervalo d 5 min em q eles vao beber agua e fingem q ja n voltam, enquanto a plateia desespera e grita, eles voltaram p os grands hinos Under The Bridge e Give It Away.
ainda d relevância a reentrada d Chad Smith, baterista, em palco c a t-shirt da selecção, isto depois d na primeira parte Flea, baixista, ter prometido q s nos ganhassms o mundial ele voltaria a Portugal para s deitar na lama... nu. resposta d vocalista: "e s vcs perderem, ele vai ter sexo com um transexual brasileiro. m isso é la com ele.".... pois.... way too much information!
e claro, tenh ainda q mencionar a breve incursão da banda no Tonight I'm Gonna Rock You Tonight dos Spinal Tap (Frusciante) (re-entrada) e na introdução do Right On Time (como d costume) com o London Calling dos The Clash e a do Give It Away com o You're Gonna Get Yours dos Public Enemy.

última nota, vai para os improvisos, jams, o q lhes quiserem chamar. só tenh a dizer q estes rapazes (c cara e energia d putos, m ja mt mt rodads) não brincam em serviço. s a vida deles dependesse disso, eles já tinham mais vidas q os gatos!

e tanto mais haveria p dizer! m mesmo assim eu nnc conseguiria transmitir-vos um décimo da energia q emanava do palco ou do q s sente perant tant genialidd ao vivo [reparem na minh obsessão a vir ao d cima]...

no final d contas, um concerto ainda mais espectacular q o primeiro. uma noite fantástica e o melhor concerto a q assiti até hj....

RESUMINDO PARA QM NÃO TEM TEMPO A PERDER: s não foram, deviam ter ido! e s perdem a próxima vez q eles vierem cá, é pq são parvos! tenho dito.
publicado por mim às 23:55
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
19
20
22
24
25
26
27
28
29
30
pesquisar neste blog
 
RSS
música